CURSO DE SOLDAGEM /SOLDA SMD E THT

CURSO DE SOLDAGEM /SOLDA SMD E THT

Artigos

Custos de Soldagem

No Artigo escrito para Infosolda intitulado 5 maneiras práticas de Aumentar a sua Produtividade, abordamos aspectos gerais sobre custos, nesse artigo iremos aprofundar esse conceitos.

O primeiro passo para o cálculo do custo é fazer calcular uma junta soldada, mas existem muitos outros fatores que precisam ser considerados, mas que estão fora do âmbito deste artigo



O mais importante desses custos é a Mão-de-obra, o custo de funcionamento da Fábrica ou local considerado, e os custos de gestão e funcionamento da fábrica.

Estes custos são dependentes das práticas contábeis da organização. Podem incluir fatores como aluguel, taxas, juros bancários, o custo dos trabalhadores indiretos, ou seja, aqueles que não estão diretamente envolvidos na fabricação, a depreciação de instalações, etc. Além disso, outras decisões contábeis (por exemplo, onde os custos de usinagem e montagem são absorvidas) podem afetar as decisões sobre o qual é o método mais rentável pelo método custo-benefício.



Um dos custos mais significativos é a da mão-de-obra e isso, inevitavelmente, varia com a indústria, a localidade e época. As despesas acima mencionadas geralmente não podem ser influenciadas pelas decisões tomadas por um Tecnólogo ou Engenheiro de soldagem. Este artigo, portanto, vai se concentrar nos aspectos de das atividades soldagem que não nos aspectos contabilidade, ou custos da mão-de-obra.

Existem muitos custos indiretos, mas o custo do de metal de solda depositado é que influencia diretamente no preço de uma junta soldada



O trabalho feito pelo projetista na concepção do conjunto mais rentável em um item que pode ser colocado na posição mais vantajosa para a soldagem terá grande efeito sobre os custos. Por exemplo, um fator decisivo é a escolha do tipo de preparação de uma junta, a projetista pode escolher, um chanfro com V simples ou duplo V, a preparação pode ser feita com corte a chama ou por Plasma, um chanfro em J deve ser preparado por usinagem e é geralmente muito mais caro. O chanfro em J, no entanto, podem ter menos volume do que um chanfro simples V, dependendo da espessura; terão quer ser mais precisos e, portanto, mais rápido para montar dentro da tolerância e pode resultar em uma menor taxa de reparo levando a um custo menor do que a preparação em V.

Além do cálculo do custo do depósito de metal de solda outros fatores são diretamente afetados pelas decisões de engenharia de soldagem, são, portanto, tempo de montagem de preparação da junta, que inclui o posicionamento da peça ou em qualquer sistema de suporte ou dispositivo, limpeza e acabamento da solda, remoção de dispositivos,tratamento térmico pós soldagem, os custos dos testes não-destrutivos e custo dos reparos



A quantidade de metal de solda depositada raramente é a mesma que a quantidade de metal de solda comprada. Este é o resultado de perdas, quando, por exemplo, o arame de soldagem MIG / MAG ou arco submerso é cortado para ter a ponta de contato restaurada, quando a bobina de arame se esgota e o comprimento do arame entre o rolo e a ponta de contato é insuficiente para ser tracionada ou o arame enrosca no condutor da tocha,



Essas perdas tendem a ser bastante pequenas, mas este não é o caso com eletrodos revestidos. Tais como revestimentos danificados ou armazenados incorretamente, as pontas de eletrodos revestidos que sobram no porta alicate e é descartada pelo soldador, tudo isso gira em torno de algo como um terço do peso adquirido de eletrodos revestido que são perdidos.